quinta-feira, 13 de julho de 2017

Como Inspirar Seu Marido a Ser um Líder

Vivemos em tempos difíceis. Todo caos estabelecido no mundo veio e vem sempre da desobediência aos princípios divinos. Ao criar o mundo, Deus viu que tudo era bom. Natureza, homem e mulher, cada qual no seu lugar e cumprindo o seu papel, geravam a harmonia na criação. E então surge a primeira rebelião que traria consigo a desordem no mundo. Como se deu? Pela desobediência da mulher, ao passar por cima da ordem dada por Deus, não a ela, mas a Adão, seu marido. Adão, por sua vez, enfraquece a sua autoridade quando aceita pecar contra Deus.
É lá no Éden que vemos os primeiros sinais de enfraquecimento da autoridade masculina. Deus fez o homem para dominar. A mulher, feita do homem, foi criada para ser sua correspondente, ajudá-lo no seu trabalho. Feita igual ao homem em valor e honra, mas criada para cumprir um papel bem diferente. Dotada de habilidades diferentes das do homem, Eva foi feita para gerar e nutrir a vida ao lado do seu marido.
Quando falamos da importância da mulher permanecer no seu chamado, eis que surge, entre tantas outras, a questão: “não é somente a mulher que está fora do seu papel. Muitas de nós fazemos as vezes do homem porque ele não assume o seu lugar de líder, chefe e provedor. É sempre dependente de nós e espera que tomemos a iniciativa sempre. O problema não está neles?”.
Para responder esse questionamento precisaríamos de muitas linhas. A questão não é tão simples quanto parece e qualquer resposta rápida correrá o sério risco de tratar superficialmente um assunto tão complexo. Posso cometer erros ou desprezar questões mais profundas enraizadas em nossa história. Não farei isso agora. Quero apenas chamar a sua atenção para algumas atitudes práticas que, como mulheres, precisamos tomar para que o homem seja motivado a ser aquilo para o qual foi criado: líder e cabeça no lar.
Podemos com simples atitudes e palavras, inspirar sua liderança. Afinal, não foi para isso mesmo que fomos criadas? Somos ajudadoras. De quem? Deles, dos homens. Não fomos chamadas para sermos opositoras, como ensina o mundo. Uma mulher que dá a devida honra ao homem receberá em troca amor, cuidado e provisão. Não é isso mesmo o que mais desejamos?
Então, segue a lista de atitudes que inspiraram homens a serem líderes em seu lar:
  1. Antes de tomar qualquer decisão importante, ouça-o e considere sua opinião.
  2. Não o exponha publicamente, se não concorda com ele. Chame-o particularmente para uma conversa. Se precisar discordar, faça-o respeitosamente. Isso vale para o ambiente do lar, diante dos seus filhos.
  3. Jamais diminua-o. Trate-o com respeito, dando-lhe a devida honra de cabeça do lar. Jamais faça piadas com ele.
  4. Elogie sempre o seu esforço e diga o quanto admira o seu trabalho, seja o que for.
  5. Se você é intelectualmente mais preparada que ele, traga-o para junto de si, em vez de aumentar a diferença. Comente suas leituras e, de alguma forma, faça com que ele leia os mesmos livros que você.
  6. Diante de um fracasso, não o ridicularize nem diga: “bem que eu falei”. Ofereça apenas o ombro amigo. Nessas horas, muitos deles querem apenas a nossa prontidão em ouvir e nossa disposição em “segurar as pontas” com ele. Em outro momento, você poderá aconselhá-lo, se for necessário.
  7. Jamais fale mal dele na sua ausência e principalmente na sua presença. Uma mulher que fala mal do seu marido desrespeita-o, e ao fazer isso semeia para si mesma o desrespeito. Honre-o, quer ausente, quer presente.
  8. Mantenha o seu lar limpo e organizado. Faça com que o seu serviço fale por você e transmita a mensagem de que é feliz ao favorecer um ambiente harmonioso. Se precisar de uma ajuda na organização, pergunte com amor se pode contar com ele, mas jamais obrigue-o.
  9. Mantenha-o atualizado sobre os acontecimentos do lar, casa e filhos. Conte-lhe sobre as atividades diárias, a escola dos filhos… Aproveite para pedir aconselhamentos sobre como agir diante de alguns acontecimentos diários.
  10. Aceite suas críticas. Precisamos sempre melhorar. Não fique com raiva nem guarde mágoa no coração por ter sido repreendida. Agradeça por ele ter sido sincero com você e faça disso uma oportunidade de crescimento.
  11. Planeje com cuidado os momentos de adoração em família para que ele tome a frente. Durante o culto, não o interrompa. Se tiver considerações a fazer, faça com discrição e sabedoria.
  12. Tire suas dúvidas sobre questões espirituais com ele. Se ele não souber, convide-o a buscar ajuda na igreja, com um pastor ou crente mais maduro e conhecedor das Escrituras.
  13. Cultive a intimidade. Atenda às necessidades do seu esposo de modo que ele tenha suporte para manter-se como exemplo de pureza para os filhos. Se fizer assim, você não o colocará em situações de vulnerabilidade ao pecado.
  14. Crie momentos para que ele esteja a sós com seus filhos e não os importune. Deixe-o ser pai dos seus filhos.
  15. Admire-o sempre. Diga o quanto ele é lindo, atraente e o amor da sua vida. Ressalte seus pontos fortes.
  16. Mantenha-o informado de toda sua vida. Não deixe nenhum rastro de dúvida em relação às suas condutas, passos e pensamentos. Deixe-o ter acesso a todas as suas amizades, contatos, dê-lhe a senha do email e demais redes de relacionamento.
  17. Não aceite desrespeito por parte dos seus filhos. Não ceda aos jogos de manipulação muito usados pelas crianças e adolescentes. Procure ter sempre a mesma palavra que o seu marido. Faça seus filhos entender que você jamais usurpará a autoridade dele em troca da atenção e amor dos filhos. Assuma esse risco e você receberá em dobro o amor e ainda um profundo respeito dos seus filhos quando estes crescerem.
  18. Deixe que ele tenha a última palavra.
  19. Consulte-o sempre nas questões financeiras. Não seja gastadora, nem compre algo de valor sem comunicá-lo, ainda que seja um presente para ele mesmo. Não exija que compre objetos da moda, mas satisfaça-se com a comida sobre a mesa. Aprecie o desprendimento dos luxos e a vida simples. Não o faça dependente da aparência, mas valorize a força e o seu empenho no trabalho. Contente-se com o que tem e não seja motivadora de dívidas. Se você é a que tem maior salário, ou a principal fonte de renda do lar, considere deixar com ele toda a administração do dinheiro. Não guarde segredos financeiros.
  20. Quando precisar comunicar algo que o contrarie, coloque sobre si mesma a dúvida e explique seus sentimentos. Por exemplo, em vez de dizer: “Você é um desligado, não está vendo que o menino não pode fazer isso?”, diga: “querido, acho que essa situação vai colocar em risco a segurança dos nossos filhos”. Da mesma forma, ao expressar um sentimento, jamais diga: “você é insensível…”, mas: “eu estou triste, me sinto mal e gostaria que soubesse o quanto sofro quando faz isso…”
  21. Se está difícil, ore e peça para que o Senhor lhe guie da melhor maneira. Peça para que o Senhor se revele ao seu marido e quando isso acontecer, siga amorosamente a sua liderança. Confie que o Senhor está no controle, mesmo quando pensamos diferente. Deus leva muito à sério o princípio da liderança. Sua obediência será de grande valor aos olhos do Senhor. Isso significa não tomar as rédeas em cada chance que tiver, mas voluntariamente entregá-las nas mãos do seu marido.


Fazendo isso, mesmo diante da mais difíceis desventuras da vida, você estará instigando em seu marido aquele senso de responsabilidade, aquela vontade de matar um leão para suprir sua necessidade e a de seus filhos. Se você demonstra contentamento em viver para ele e para seus filhos, ele retribuirá com mais dedicação, cuidado e provisão.
Acima de tudo, coloque o Senhor como fundamento de toda sua identidade. A única exceção à submissão é se houver tentativa de desobediência à Deus. Dependa do Senhor e conte com Ele na construção do seu lar.  Agindo assim você demonstrará em atitudes a ordem que Deus estabeleceu para a família. Com empenho, humildade, responsabilidade e acima de tudo amor, cumpriremos com alegria o nosso chamado, submetendo nossos anseios a Deus acima de tudo e sendo auxiliadoras idôneas do marido na condução do lar.
E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus,dando por ele graças a Deus Pai.
Colossenses 3:17
 Vamos colocar em prática esses princípios essa semana? Deixe sua mensagem aqui de como você tem inspirado seu marido a ser um líder no seu lar. Será de grande valor.
 Uma semana abençoada a todos!

Judite Alves 
Publicado em  

4 comentários:

  1. Nossa ! Estou super abastecida com este ensinamento ,pedindo desde já ao senhor para que mim ajude naquilo que preciso .Grata A Deus por sua vida ir.Judite Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem Deus lhe abençoe amada,
      quando pedimos a Deus Ele dá e não lança em rosto.
      meu abraço

      Excluir
  2. Vânia Regina Cavalcante Bertoldo14 de jul. de 2017 22:34:00

    Louvado seja Deus!!Que o Senhor continue abençoando sua vida grandemente irmã Judite sendo este canal de bênçãos em nossas vidas..um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de ter tido uma orientação desta, ao iniciar minha vida conjugal. Hj quando meu casamento,estar por um fio,so espero um agir de Deus.

    ResponderExcluir

Quero ouvir sua opinião! Deixe aqui sua mensagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...